O Programa de Pesquisa em Biodiversidade Amazônia Ocidental (PPBio-Amoc) e o Centro de Estudos Integrados de Biodiversidade Amazônica (CENBAM) apoiaram o minicurso de "Instalação de parcelas para monitoramento da Biodiversidade"na Fazenda Experimental da UFAM, durante a 26ª SEMBIO UFAM, que ocorreu entre 14 a 18 de novembro de 2013.
 
 
O minicurso contou com a participação de sete alunos da Universidade Federal do Amazonas, e foi ministrado por Maria Aparecida de Freitas (INPA/PPBio/CENBAM),  Flavio Magalhães Costa e Ana Sofia Sousa de Holanda (Bolsistas PPBio/CENBAM).
   
O objetivo do curso consistiu em apresentar o método RAPELD utilizado pelo PPBio/CENBAM como ferramenta para padronizar e monitorar estudos da biodiversidade. A proposta foi mostrar como podemos, de forma simples e com poucos recursos, criar trilhas e parcelas didáticas onde a biodiversidade local pude ser monitorada ao longo do tempo. 
 
   
Durante o curso os participantes aprenderam a usar ferramentas como o GPS, bússola e clinômetro e técnicas para a abertura de trilhas, parcelas permanentes terrestres de distribuição uniforme, parcelas aquáticas e ripárias, assim como armazenar as informações coletadas para posteriormente serem disponibilizadas.
 
 
 
 

Curso sobre instalação de parcelas para monitoramento da biodiversidade é ministrado pelo PPBio/CENBAM na 26ª SEMBIO UFAM