Dissertações em Andamento

Atualizado em 15/08/2022


  1. Alexandra Monteiro Nobre. Distribuição e anatomia de Tovomita sp.. Início: 2019. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientadora: Juliana Hipólito de Sousa.

  2. Aline Andriolo. Reconhecendo a biodiversidade de Rondônia. Início: 2019. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pos graduação em Conservação e Uso de Recursos Naturais) - Fundação Universidade Federal de Rondônia. Orientador: Caroline Rodrigues da Costa Doria.

  3. Antônio Eduardo Soares Moreno. Comunicação química em Saguinus bicolor e Saguinus midas. Há diferenas estre espécies, faixa etária e sexo nas secreções glandulares entre estes sauins amazônicos? Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Programa de Pós-Graduação em Ecologia. Orientador: William Ernest Magnusson.

  4. Bruno Borges Santos. Distribuição da biomassa arbórea em uma savana do extremo nordeste da Amazônia. Início: 2020.Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Tropical) - Universidade Federal do Amapá, Conselho Nacional de DesenvolvimentoCientífico e Tecnológico. Orientador: José Julio de Toledo.

  5. Bruno Stephany Barros. Fatores determinantes na Ictiofauna de Igarapés em Unidades de Conservação de Rondônia. Início: 2019. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pos graduação em Conservação e Uso de Recursos Naturais) - Fundação Universidade Federal de Rondônia. Orientador: Carolina Rodrigues da Costa Doria.

  6. Caroline Veronese Corrêa da Silva. Ilhas fluviais favorecem assembleias de formigas com maior capacidade de dispersão?.Início: 2019. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Orientador: Fabrício Beggiato Baccaro.

  7. Diogo Magalhães Costa. Ecologia de preguiças de Manaus. Início: 2019. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: William Ernest Magnusson.

  8. Erica Marinho do Vale. As formigas só trabalham porque não sabem cantar?. Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Biologia deÁgua Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Amazonas. Coorientador: Fabrício Beggiato Baccaro.

  9. Gabriane Matos. Levantamento da biodiversidade de macrófitas aquáticas como bioindicadoras de poluição em três municípios do Alto Solimões? AM. Início: 2021. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) -Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

  10. Hanna Flavia Bezerra Lima. Diversidade arbórea urbana. Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Tropical) -Universidade Federal do Amapá. Orientador: José Julio de Toledo.

  11. Jéssica Vieira Sardinha. Sanidade de Brycon amazonicus (SPIX & AGASSIZ, 1829) e Triportheus angulatus (SPIX & AGASSIZ,1829), espécies comercialmente importantes do Vale do Rio Madeira, Amazonas. Início: 2020. Dissertação(Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

  12. João Pedro Baraldo Mello. Aclimatação hidrológica aos gradientes hidrológicos da Amazônia desvendada portranscriptomas. Início: 2019. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientadora: Flávia Regina Capellotto Costa.

  13. Lara Vieira Vilela. Como o lençol freático superficial influencia o crescimento das árvores em evventos extremos de seca? Início: 2020. Dissertação (Mestrado Profissional em Ciências Florestais e Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo à Pesquisa  do Estado do Amazonas. Orientadora: Juliana Schietti de Almeida.

  14. Laura do Nascimento Martins. Variação intra-específica na anatomia e densidade da madeira de espécies arbóreas ao longo de um gradiente hidro-edáfico na Amazônia Central. Início: 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Orientadora: Juliana Schietti de Almeida.

  15. Marcela Adriany da Silva de Andrade. Dinâmica espaço-temporal ao longo de quatro anos da comunidade de vertebradosterrestres de médio e grande porte em uma área de terra firme na Amazônia Oriental, Brasil. Início: 2020. Dissertação(Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa doAmazonas. Coorientador: Fabrício Beggiato Baccaro.

  16. Marcelo Martins Ferreira. Fatores abióticos e bióticos que determinam a riqueza, diversidade taxonômica e funcional demorcegos em uma floresta de terra firme no Nordeste da Amazônia brasileira. Início: 2020. Dissertação (Mestrado emBiodiversidade Tropical) - Universidade Federal do Amapá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: José Julio de Toledo.

  17. Ruthe de Jesus Santos. Atividade antimicrobiana de Schizophyllum spp. isoladosnos Municípios de Altamira e Medicilândiano estado do Pará, Brasil. Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade e Conservação) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientadora: Noemia Kazue Ishikawa.

  18. Tainá Pereira Sena. A Percepção Ambiental de Alunos do Ensino Fundamental de Escolas Públicas no Sudoeste da Amazônia.Início: 2020. Dissertação (Mestrado profissional em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas. Coorientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

  19. Tatiana da Silva Macedo. Estrutura taxonômica e funcional de comunidades de ácaros oribatídeos ao longo de gradientes ambientais em savana e floresta semi-decídua na Amazônia. Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, FUNDAÇÃO. Orientadora: Elizabeth Franklin Chilson.

  20. Vanessa Sousa Gomes. Influência do fogo e de gradientes edáficos na estrutura da vegetação e biomassa arbórea em uma área de savana amazônica. Início: 2019. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade) - Universidade Federal do Oeste do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rodrigo Ferreira Fadini.

  21. Vitor Hugo Schünemann Vargas. Avaliação dos impactos da insularização florestal sobre a vocalização de múltiplas espécies de aves via monitoramento acústico passivo. Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Igor Luis Kaefer.