O Parque Nacional do Jaú (PNJ) é o maior Parque Nacional do Brasil e o maior Parque do mundo em floresta tropical úmida contínua e intacta. Está localizado nos municípios de Novo Airão e Barcelos, a 220 km de Manaus/AM, em linha reta. Sua denominação deriva de um dos maiores peixes brasileiros, o Jaú (do tupi, ya'ú), que também cede seu nome ao principal rio do Parque. Uma das peculiaridades mais extraordinárias do Parque Nacional do Jaú é o fato de ser esta a única Unidade de Conservação do Brasil que protege totalmente a bacia de um rio extenso (aprox. 450 km) e volumoso - rio Jaú preservando ecossistemas de águas pretas. Este Parque constitui uma importante amostra dos ecossistemas amazônicos.
 
A escolha do local de implementação da grade foi realizada a partir de análises de imagens de satélite do PNJ, sendo escolhida uma área nas proximidades do lago Tiaracá, na região do Seringalzinho. A região do Seringalzinho dá acesso a diversas fitofisionomias características da região do PNJ e possui relativa facilidade logística, como a proximidade da foz do rio Jaú, onde está localizada a base de fiscalização do IBAMA. Além disto, a região já dispunha de uma base de pesquisa na comunidade Seringalzinho, construída pela Fundação Vitória Amazônica (FVA) em cooperação técnica com o IBAMA há pelo menos 10 anos, e que vinha sendo utilizada para as atividades de pesquisa de campo na região.
 
 
Metadados
Orientações para facilitar a pesquisa no repositório: na página de busca do link acima digitar a palavra chave: Jaú
 
Infraestrutura para pesquisa
 
Contato

PARNA Jaú