Hide shortcuts

Coleções Zoológicas.

As coleções zoológicas são centros depositários de material biológico que abrigam não só espécimes, mas informações das populações de cada espécie, associados a dados climáticos, edáficos, etc. Auxiliando na compreensão da vida do planeta. Relevante para a saúde pública, agropecuária, setores industriais, etc. Com auxílio do PPBio foi possível coletar diversas espécies de organismos que foram depositados na coleção zoológica do INPA.

 

Amblypygi.

 

DSC_0059-001.JPG

 

São aracnídeos raros, com poucas espécies conhecidas. Têm uma aparência um tanto quanto assustadora, devido aos longos pedipalpos com espinhos, mas são aracnídeos inofensivos.

 

Opiliones.

 

DSC_0083.jpg

 

É a quarta maior ordem de Arachnida, com aproximadamente 6500 espécies descritas e está dividida em quatro subordens: Cyphophtalmi, Dyspinoi, Eupnoi e Laniatores (Kury, 2015). São animais de hábito noturno, inofensivos e são muito abundantes, mas são pouco conhecidos pelo público (Bonaldo, et. al, 2009). São encontrados geralmente, embaixo de troncos, em bromélias , no folhiço, troncos e cavernas (Kury, 2011).

 

 

DSC_0003-001.JPG

 

Os Pseudoscorpiones consistem de uma das linhagens mais antigas de organismos terrestres, com registros datando do Devoniano, cerca de 410 milhões de anos atrás (Shear et al., 1989; Shear, 1991). São representados atualmente por 3385 espécies, 439 gêneros e 25 famílias (Harvey, 2007, 2008). Consistem de animais pequenos, variando de 0.5 a 5mm e, raramente ultrapassam 7mm de comprimento (Ruppert et al., 2005; Murienne, et al., 2008).

 
 
DSC_0141-001.JPG
 

É uma pequena ordem de aracnídeos com poucas espécies distribuídas no Novo e Velho Mundo. Possuem uma estrutura em forma de capuz , o cúculo, que recobre as quelíceras.

Ricinúleos são pequenos habitantes da serrapilheira e do solo de florestas (Adis et al., 1989). O grupo já foi considerado bastante raro, mas a aplicação de técnicas adequadas para sua captura tem tornado a descrição de espécies novas mais frequentes nos últimos anos . Por outro lado, muitas espécies são descritas com base em uns poucos exemplares de localidades geograficamente restritas.

 

Scorpiones

DSC_0077-001.JPG

É a quinta maior ordem de aracnídeos, com cerca de 1500 espécies descritas. Os escorpiões são facilmente reconhecíveis pelo corpo dividido em duas partes: cefalotórax e abdome. Os escorpiões têm distribuição mundial, mas são comuns em regiões tropicais e subtropicais.

 

 

 

Texto: Willians Porto

Crédito das fotos: Sidclay Dias