Em meados dos anos 90, um grupo de pesquisadores da área de ecologia da UFMT se juntou a pesquisadores do Max Palck Institut fur Limnologie para elaborar o projeto Ecologia do Gran Pantanal - PEP, que foi inserido no Programa SHIFT (Studies of Human Impacts in Forest and Floodpalins in the Tropics). Este grupo inicial escolheu várias locações para os seus estudos: entre eles o atual local da instalação da grade Pirizal, no município de Nossa Senhora do Livramento, próximo a Poconé. Este esforço na área da atual grade se acentuou a partir de 1997 com a construção de uma casa para acolher os estudantes e pesquisadores. Esta casa atualmente continua acolhendo os pesquisadores que utilizam a grade. Em 2001, com a terminação do PEP, o grupo de pesquisadores que participava deste fundou o Núcleo de Estudos Ecológicos do Pantanal Mato-grossense - NEEPA, que vem atuando na área desde então. A produção científica pré-grade pode ser encontrada nestes sites.
 
O Sítio de amostragem Pirizal é uma grade RAPELD padrão (25 km2). Dados desse tipo são os mais completos e os mais úteis para o monitoramento de longo prazo e comparações geográficas. Esses provavelmente são adequados para a maioria das análises. Sugerimos que estudos de monitoramento nas grades utilizarem os métodos descritos em metadados de dados de estudos anteriores do PPBio, ou incluir uma fase de calibração dentro do projeto para garantir que os dados possam ser comparáveis. (Leia mais sobre dados disponíveis no Portal PPBio).
 
 
Infraestrutura para pesquisa
 
Metadados
Orientações para facilitar a pesquisa no repositório: na página de busca do link acima digitar a palavra chave: Pirizal
 
 
Financiadores
Em 2004, o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade da UFMT - PPGECB, cujos docentes são em maioria integrantes do NEEPA, formulou e aprovou no CNPq o projeto Planejamento Estratégico para Consolidação do Grupo de Pesquisa do Programa de Pós Graduação Curso de Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade (UFMT/INPA). Este projeto visa a utilizar a expêriencia do programa de ecologia do INPA para fortalecer o PPGECB. A construção da grade começou em outubro de 2005 e foi concluída em dezembro de 2005. O CNPq (através do programa PADCT) e a FAPEMAT financiaram esta construção. A grade Pirizal foi construída no município de Nossa Senhora do Livramento, numa área que pertence a 3 fazendeiros pantaneiros que estão apoiando esta ação.
 
No início de março de 2006 haviam 5 pesquisadores docentes do PPGECB envolvidos com pesquisas nesta grade. No final de 2006 é prevista a participação de 10 pesquisadores. Os trabalhos de pesquisa nesta grade são ou serão financiados pelo CNPq, pela FAPEMAT e pelo Centro de Pesquisas do Pantanal - CPP.
 
Além desta grade no Pantanal, 14 parcelas foram instaladas na região de planalto da Chapada dos Guimarães, onde um projeto de pesquisa está sendo desenvolvido por um docente do PPGECB.
Estas instalaçãoes constituem desde já uma extensão para a região pantaneira do PPBio, onde Cuiabá se configura como um núcleo regional deste Programa.
 
Contato
Pierre Girard – pierreg@ufmt.br
João Batista de Pinho – pinho@ufmt.br
Jerry Magno Ferreira Penha - jpenha@cpd.ufmt.br

 

Pirizal (Pantanal Norte)