Languages

Incêndios alimentam temores de perda de espécies.

O coordenador do PPBio, Bill Magnusson, é entrevistado para um artigo de jornal on-line China Daily Global. 5 de setembro 2019.

"A maior parte da flora e fauna já estava morta ou morrendo antes do fósforo ser aceso", disse William Magnusson, pesquisador sênior da unidade de biodiversidade do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia, em Manaus, Brasil.

"Os incêndios podem se espalhar pela floresta circundante, que não aparecerá morta nas imagens de satélite até o próximo ano."

Milhares de animais morrem todos os anos em florestas intactas, mas "o problema é que o desmatamento significa que eles não serão substituídos", disse ele. "Os conservacionistas também apreciam os esforços dos bombeiros, mas apenas combater os incêndios este ano ... não é suficiente".

É importante que o governo "mostre que não tolerará a ilegalidade" e que tomará as decisões políticas difíceis e necessárias para interromper e reverter o desmatamento, disse Magnusson.

Aqui está o link para a história: http://www.chinadaily.com.cn/global/2019-09/05/content_37507942.htm